73 3672.1104
 
 
• cidade histórica   • praias   • passarela do alcool   • recife de fora
Um paraíso ecológico avistado pelos portugueses quando chegaram ao Brasil, mistura história, cultura e liberdade.
 A atmosfera mágica que envolve os turistas hoje, é a mesma que encantou os portugueses em 1.500, nos primeiros contatos com a terra e seus habitantes os Índios Tupis da tribo Pataxó na foz do rio. Praias, enseadas, baías, inúmeros rios e riachos, destacam-se na paisagem sempre contornada pelo verde dos coqueirais e da Mata Atlântica. Relaxar é a palavra de ordem, e nada melhor do que mar calmo e protegidas por arrecifes de corais, Itacimirim, Mutá, Mundaí e Taperapuã que possue quadras de esportes e equipamentos de lazer, ainda no Litoral Norte, tem praias de todos os tipos, desertas ou superlotadas. As escunas saem do píer do centro da cidade, todos os dias para Recife de Fora, uma formação de corais que na maré baixa forma piscinas de águas cristalinas. Em Porto Seguro, no limiar dos 500 anos grande parte desta continua intocada com uma flora exuberante e seu belíssimo litoral de águas clara e mornas, preservado da poluição.
  Esse cuidado com o meio ambiente tem sido a preocupação de empresários do trade turísticos que se instalaram em Porto Seguro e criaram uma infra-estrutura de hospedagens e lazer, em condições de receber turistas de todo o mundo com qualidade de atendimento em confortáveis hotéis, resort e pousadas de luxo, sem, entretanto interferir no ecossistema.
  A cidade possui um moderno aeroporto com vôos diários, para o sul, sudeste, nordeste e conexões para todo o Brasil.
Tem-se um colírio para os olhos. A visão da Mata Atlântica e do mar, com ruas e casas geminadas, um magnífico conjunto arquitetônico tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1973.

:: Marco do Descobrimento ::

Há controvérsias sobre a origem do Marco do Descobrimento.

Embora fosse comum que os portugueses levassem marcos de posse nas expedições, sabe-se que ele não veio com Cabral - talvez para não deixar explícito que havia a intenção de se chegar à nova terra.

É possível que o Marco tenha vindo na expedição de Duarte Coelho (1503), cuja tarefa era explorar o litoral, reconhecendo rios e baías.

Outros afirmam que Pero Campos de Tourinho, donatário da Capitania de Porto Seguro, trouxe-o para delimitar seu território em 1534.

:: Matriz Nossa Senhora da Pena ::

A Matriz de Nossa Senhora da Pena começou a ser construída em 1730, mas já estava em ruínas antes de ser concluída.

Em 1773, as obras são retomadas pelo Ouvidor Xavier Monteiro que fez questão de um bom risco, mais elaborado que o da matriz anterior.

A torre apresenta terminação piramidal revestida em louça. É a única da Bahia que tem dois vãos sineiros.

A Matriz ainda conserva o antigo púlpito em madeira e imaginária dos séculos XVIII e XIX.

Tudo indica que os altares com arquivoltas foram reaproveitados da matriz de 1730 acrescentando-se a eles coroamentos em estilo rococó.

No altar-mor, encontra-se uma imagem de São Francisco de Assis do século XVI, a mais antiga do Brasil.

A imagem pertencia à Igreja do Outeiro da Glória, a primeira construída no país, da qual restam apenas as fundações.

A deterioração da igreja obrigou a transferência da imagem para a Matriz de Nossa Senhora da Pena em 1733.

:: O Farol ::

Foi trazido por Gonçalo Coelho em 1503 e fincado nas terras descobertas para sinalizar que já tinham donos.

Farol Servia de orientação para as antigas embarcações que chegavam à costa da nova terra.

:: Igreja da Misericôrdia ::

A construção da Igreja da Misericórdia é posterior a 1776, no mesmo local de uma antiga capela do século XVI. O frontão, coroado por coruchéus, apresenta volutas e medalhão central, aproximando-se do barroco.

O interior da igreja é singelo. O púlpito pertencia à antiga igreja, mas dos altares aproveitaram-se apenas alguns frontais e colunas. Os três retábulos têm terminações no estilo rococó.

A imagem do Cristo Crucificado foi citada em 1583 pelo padre Fernão Cardim: "Na Misericórdia tem um crucifixo da estatura de um homem, o mais acabado e devoto que já vi, e não sei como a tal terra veio tão rica cousa".

:: Capela do Colégio do Salvador ::

A Capela Colégio do Salvador ou de São Benedito, atual padroeiro, foi construída em meados do século XVII. A fachada apresenta terminação triangular e uma simplicidade típica das construções do primeiro período da colônia.

A capela fazia parte do Colégio Jesuítico do Salvador, demolido em 1917 e do qual restam apenas os alicerces.

:: Fortim ::

O Fortim, cujas ruínas se encontram à meia encosta da cidade alta, foi o terceiro a ser construído no local. Tudo indica que seja posterior ao fortim do governador Diogo Menezes, do início do século XVII. Sua função era defender a barra do porto da entrada de inimigos.

:: Casa de Câmara e Cadeia ::

A Casa de Câmara e Cadeia de Porto Seguro, cuja construção em pedra e cal foi concluída em 1772, teve como mestre de obras o próprio Ouvidor José Xavier Monteiro Machado.

A edificação segue o modelo mais modesto de Casas de Câmara e Cadeia adotado no século XVII no Recôncavo Baiano: planta retangular com o telhado de quatro águas, sem pátio interno.

O prédio abriga no segundo pavimento um museu com imaginária e mobiliário dos séculos XVII e XVIII.

:: Chalé do DR. Antônio Ricaldi ::

Construído em 1885 por um médico de grande prestígio na região, Dr. Antônio Ricaldi, o chalé apresenta fachada com cunhais e cornija e um frontão triangular em cujo vértice está uma estatueta.

:: Taperapuã ::

Sem dúvida, a melhor e mais freqüentada praia de Porto Seguro. Você não pode deixar de conhecer, grandes barracas e excelentes hotéis.

:: Mundaí ::

Outra boa praia da orla norte. Mais tranqüila, e muito freqüentada por famílias com crianças. Com cabanas bem estruturadas e deliciosos pratos em seus cardápios.

:: Cruzeiro ::

Situada no centro, águas escuras, possui 1 km de extensão.

:: Curuípe ::

Situada a 3 km da cidade, poucas ondas.

:: Itacimirim ::

Situada a 3,5 km da cidade. Praia de areia fina 1 km de extensão.

:: Ponta Grande ::

Situada a 9,5 km da cidade, ondas fortes e areia branca.

:: Mutá ::

Situada a 10 km da cidade. É a última praia do litoral norte de Porto Seguro.
Faz divisa com Coroa Vermelha.

O maior Shopping aberto da Bahia. Aqui você encontra roupas, calçados, artesanatos, bebidas, comidas típicas e muito mais.

Com muitas barraca decoradas, as que mais chamam atenção, são as barracas de “Capeta”, a bebida mais famosa de Porto Seguro.

A Passarela do Álcool começa a ter grande movimento a partir das 18:00 horas, tudo com muito axé.

A 5 milhas náuticas de Porto Seguro, ocupa uma área de 17,5 km, possui uma grande diversidade biológica com várias espécies de corais, peixes e moluscos.
 
   ©2005 Coroa Bella Praia Hotel Coroa Vermenha - Porto Seguro - Bahia - reserva@coroabella.com.br